sábado, 3 de setembro de 2011

Por que tomar Colágeno? Diferença entre Gelatina e Colágeno Hidrolisado.

A idéia de suplementar a ingestão de colágeno está relacionada basicamente a retardar o processo de envelhecimento, para ajudar a envelhecer melhor e com boa saúde.
Como nossa produtividade vem aumentando assim como nossa expectativa de vida, cada vez mais médicos, empresários, engenheiros, profissionais de destaque estão adiando sua aposentadoria, muitos trabalhando até seus 80 anos ou mais, então espera-se que consumir colágeno ajude neste no processo de rejuvenescimento e reparação celular.
Nossa aparência, bem ou mal, está cada vez mais ligada à nossa saúde e principalmente à nossa competência, estar bem, com peso ideal, belo e com menos rugas. Atualmente esses conceitos ficam no limite da ética, entre o desejo e da cobrança, do desejo de cada um em ter juventude eterna e da cobrança da sociedade que relaciona beleza a realização e sucesso.
Se cuidar atualmente já está cada vez mais embutido nos nossos hábitos de higiene, como acordar, escovar os dentes e passar filtro solar, chegar do trabalho e fazer uma caminhada ou fazer drenagem/massagem pelo menos uma vez na semana.

A idéia de pesquisar a respeito se deu quando vi a necessidade de informar melhor meus clientes na área que eu chamo de serviço agregado, o serviço agregado é o conteúdo, são aquelas dicas que vão otimizar os resultados do tratamento e de quebra fazer bem para a saúde da cliente, sem contra-indicações ou efeitos colaterais.

Tomar colágeno não quer dizer que essa suplementação vai “virar” colágeno na sua pele, mas sim que estará fornecendo matéria prima para as suas células produzirem o colágeno que for preciso, é como fornecer os tijolinhos para a construção de uma casa, já que o colágeno está praticamente em tudo no nosso organismo, na formação de tecidos, órgãos, cabelo, unha, ossos, dentes... E independente da ingestão deste colágeno com a idade nossa produção decai.

Espero que tenha a determinação de ler tudo, a empolgação de aplicar alguns conceitos bons a sua vida e a seus hábitos diários, da sua própria maneira, que antes de fazer uso de algum tratamento ou alimento saiba se ele é bom para você e para seu objetivo, procure orientação de profissionais da saúde, nutrólogo, nutricionistas, pessoas capacitadas e atualizadas para te oferecer novidades sobre o que tem de melhor no mercado mundial.





E enfim, que tenha a consciência plena que sua única e maior obrigação é relaxar e ser feliz e que para tal terá que gozar de plena saúde e equilíbrio, não só de “boa aparência”, sendo capaz de transmitir ao próximo prazer em viver e muita alegria !!!



Pesquisas mostram que por volta dos 25 anos nosso organismo começa a diminuir a produção de colágeno em contraposição à necessidade constante dessa importante molécula no processo de rejuvenescimento e reparação celular.
Aos 50 anos nosso corpo só produz em média 1/3 do colágeno que necessitamos. Supõe-se que esta seja uma das principais causas do nosso envelhecimento. Com a diminuição do colágeno os músculos ficam flácidos, diminui a densidade dos ossos, as articulações e ligamentos perdem a elasticidade e a força, a cartilagem que envolve as articulações fica frágil e porosa, com aspecto de almofada. Os cabelos perdem o viço, pois diminui a espessura do fio capilar. Alguns órgãos podem sofrer deslocamento e apresentar mal funcionamento. A pele fica mais fraca, desidratada e sem elasticidade, culminando em flacidez e no aparecimento de estrias; o ganho de reserva lipídica é mais acentuado.

As principais fontes de colágeno são os alimentos ricos em proteínas de origem animal (carne vermelha, frango, peixe). Mas, para o colágeno ser sintetizado pelo organismo, é importante você também consumir boas fontes de vitamina C (limão, melão cantalupo, caju, kiwi, acerola e goiaba) vitamina E, selênio, silício e zinco (avelã, amêndoa e castanha-do-pará).

“Segundo a universidade de Viena, a falta de colágeno no corpo causa endurecimento da bexiga, problemas na próstata e diminuição da fixação de cálcio. As fibras de colágeno são responsáveis pela firmeza e integridade das estruturas celulares, pela transmissão de força aos ligamentos, transmissão de luz pela córnea, distribuição de fluidos nos vasos sanguíneos e vasos linfáticos.”

Encontramos duas fontes industriais para fabricação de GEL ou GELATINA,
- Origem Vegetal: Agar Agar, de algas marinhas, muito utilizada pelos japoneses, mais cara e seu uso é bem mais reduzido, tanto para ingestão como para a indústria.
- Origem Animal: Bovino, suínos e até de peixes, normalmente retirada de pele, ossos ou cartilagens.

O uso da gelatina de origem animal:
A mais importante propriedade da gelatina é sua capacidade de formar um gel termo-reversível, a partir de soluções com amplos limites de concentração, isto é, podemos converter uma solução para a forma sólida e reconvertê-la para a forma líquida, por meio de aquecimento. Por esta razão, é um agente de ligação ideal e encontra usos nas mais variadas aplicações, como: sobremesas de gelatinas, gomas de gelatinas, “marshmallows”, caramelos, doces, iogurtes, mousses, queijos cremosos, também pode ser usada na clarificação de vinho, cerveja, suco de frutas, produtos dietéticos e na fabricação de diversos alimentos e outros.
No setor de medicamentos farmacêuticos, a gelatina pode ser empregada na fabricação de cápsulas duras ou moles, comprimidos, drágeas, emulsões, óleos, esponjas medicinais, entre outros tipos de produtos. Já no segmento fotográfico, é aplicada na confecção de filmes, papéis fotográficos, eletrodeposição de metais, papéis, microencapsulação, fósforo e diversos materiais. Na área industrial, é usada na produção de adesivos, abrasivos, capsulação de corantes, entre vários artigos.
Nossa quanta coisa serve essa tal gelatina!!!

Gelatina é Colágeno, mas não é hidrolisado!!!
O Colágeno comum é a gelatina que ingerimos normalmente, as de supermercado, tem a gelatina pura e a gelatina hidrolisada.


A Gelatina:

Com bastante versatilidade e na versão diet com poucas calorias, a gelatina é uma aliada daqueles que procuram manter uma alimentação saudável regularmente.
Sem gordura, nem colesterol, e com muita água ela é uma opção e tanto para quem procura se alimentar bem. É preciso apenas atenção na quantidade de açúcar que vem em sua gelatina!!! Têm algumas marcas que têm mais açúcar e corantes do que gelatina.

Em função da sua ação no nível gástrico e como se liga a uma grande quantidade de água, a gelatina produz um ativo efeito de saciedade. Assim, quando sem açúcar, também é uma opção para quem está de dieta ou procura alimentos com poucas calorias.

Mas a gelatina é suficiente?

Para quem procura um efeito mais rápido e não quer ingeri-la somente como sobremesa, é só procurar a gelatina hidrolisada (também chamada de colágeno hidrolisado).
A gelatina que a gente come de sobremesa tem só 10% de proteína e cerca de cerca de 5% de colágeno, por isso, não deve ser considerada como alternativa para firmar a pele ou deixar o corpo mais durinho. Mas como citado, é uma boa opção para enganar a fome ou matar a vontade de doce sem acrescentar muitas calorias.

Já a gelatina em cápsula (ou farmacêutica) é o colágeno puro. Só que, por não ser hidrolisada, é menos eficiente.
A explicação está no processo: A hidrólise quebra as moléculas da proteína presente no colágeno. Menores, elas são absorvidas pelo organismo com mais facilidade. Ou seja, você tem de consumir uma dose bem maior de gelatina em cápsula para ter o mesmo efeito do colágeno hidrolisado.


O Colágeno Hidrolisado

Nos últimos anos houve grande aumento do interesse sobre o colágeno como a mais importante e fundamental proteína para o crescimento e regeneração correta do corpo. Muitas marcas de cosméticos e pílulas para rejuvenescimento como Imedeen, Innéov e outras tem como ativo principal o colágeno com associações.

O colágeno representa cerca de 25% de toda proteína do organismo humano e tem uma função primordialmente estrutural, ou seja, dá sustentação às células, mantendo-as unidas.


O colágeno hidrolisado é um precursor de colágeno especialmente formulado, usando um processo científico único e específico, que consiste em hidrolisar o colágeno e seqüencialmente implementar o processo de liofilização, ocorrendo assim a preservação natural do produto e uma assimilação de mais de 90% (pré-digerido e absorvido) pelo organismo.

Existem mais de 20 tipos de colágeno no organismo. O colágeno é a proteína mais abundante do nosso corpo, formadora das fibras colágenas. Essas fibras colágenas se encontram em todas as células de origem animal, não existem nos vegetais, e são responsáveis em mais de 30% pelo processo de cicatrização e regeneração nos casos de cortes/intervenções cirúrgicas.


 Flacidez de Pele  !!!

O colágeno é a proteína formadora das fibras colágenas. É encontrado em todas as células de origem animal, é produzido através do entrelaçamento de cadeias peptidicas de aminoácidos.
O colágeno, também conhecido como tecido conectivo promove elasticidade e resistência à pele, aos músculos, tendões, meniscos, ligamentos, veias, vasos e artérias, transmissão de luz na córnea, distribuição de fluídos em vasos sangüíneos e linfáticos, além do próprio osso, etc.
Nos tecidos duros como os ossos, o colágeno funciona como um suporte para a deposição mineral e previne a osteoporose. Nos tecidos moles como a pele, o colágeno forma uma matriz onde se alojam várias substâncias e células. Ele é essencial para a manutenção da forma e da integridade do tecido.
Estudos demonstram melhora do estado de indivíduos que têm osteoartrose de joelhos e quadril com a ingestão dos hidrolisados de colágeno reduzindo a dor nestas partes. A osteopenia e osteoporose são doenças ósseas que acometem principalmente idosos e mulheres pós menopausa caracterizadas pela redução da massa óssea e, consequentemente deterioração dos ossos e aumento do risco de fraturas. O colágeno pode exercer um efeito analgésico, aumentar a quantidade de colágeno das articulações, cartilagens e estimular a formação óssea contribuindo para deixar os ossos mais fortes e resistentes.
No tecido cardiovascular o colágeno forma uma rede através das artérias dando a elas um maior poder de expansão e protegendo de possíveis lesões por excesso de expansão (flacidez).
Outra função importante do colágeno é a sua atuação na agregação, aderência e ativação das plaquetas. Tem ação na primeira etapa da formação do coágulo. Age ainda como fator do mecanismo intrínseco para o sangue coagular.


Existem mais de vinte tipos de colágeno. A seguir veremos alguns:
Colágeno Tipo 1: é o mais comum; aparece nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum, no tecido conjuntivo denso (onde é predominante sobre os outros tipos), sempre formando fibras e feixes, ou seja, ossos, tendões, pele.

Colágeno Tipo 2: produzido por condrócitos, aparece na cartilagem hialina (articulações) e na cartilagem elástica (tuba auditiva e epiglote). Não produz feixes. Presente nos discos intervertebrais, olhos e cartilagem.

Colágeno Tipo 3: constitui as fibras reticulares. Presente na pele, aorta, pulmões.

Colágeno Tipo 4: aparece na lâmina basal, um dos componentes da membrana basal dos epitélios (células da pele). Presente nas lentes da cápsula ocular, glomérulos.

Colágeno Tipo 5: presente nos ossos, tendões e sangue.

Colágeno Tipo 6: presente no sangue, camada íntima da placenta.

Colágeno Tipo 7: presente nas membranas corioaminióticas.

Colágeno Tipo 8: endotélio.

Colágeno Tipo 9: cartilagem, córnea retina.

Colágeno Tipo 10, 11 e 12: cartilagem.

A ingestão recomendada diária é de aproximadamente 1g por quilo de peso corporal, o indicado para suplementação fica de 10 a 30 gramas/dia, porque também ingerimos outros alimentos.
E o melhor horário para consumo é a noite, antes de dormir e sem estar com o estômago cheio.


Aqui, algumas opções de colágeno hidrolisado à venda no mercado. Todas as versões em pó são livres de açúcar, a maioria é facilmente diluída em água (rende um refresco) ou leite (vira um shake). Tem também o colágeno em cápsula.

As versões em sache são boas para viagem, mas normalmente saem mais caras. Dê preferência às versões em pó, já que uma cápsula tem no máximo 1 grama e a maioria das pessoas irá tomar de 10 a 30 gramas por dia (1 a 3 colheres de sopa) isso equivaleria a tomar de 10 a 30 capsulas por dia, ou seja, inviável!!!!

BioSlim Colágeno – Do Laboratório Herbarium
Tem 5 gramas de colágeno em 10 gramas do pó.
No sabor chá verde e limão (pote 180 gramas, 25,00 reais).

Gelamin – Da Advanced Products
Tem 8 gramas de colágeno em 10 gramas do pó, além de vitaminas A e C.
Nos sabores laranja, tangerina e limão (caixa com 30 sachês, 50 reais).

Colagentek – Da Vitafor
Tem 8 gramas de colágeno em 10 gramas do pó, nos sabores limão e laranja (caixa com 10 sachês, 22 reais).

Collaghem – Do Laboratório Tiaraju
Tem 10 gramas de colágeno em 10 gramas do pó. No sabor original (pote com 100 gramas, 25,00 reais).

Sanafit Colágeno – Da Sanavita
Tem 9 gramas de colágeno em 10 gramas do pó, além de zinco e vitaminas A, C e E. Nos sabores original, tangerina e limão com clorofila (pote de 350 gramas, 48,00 reais).

Colagemix – Da Orient Mix
Tem 6,5 gramas de colágeno em 20 gramas do pó. Com leite desnatado na formulação, vira um shake mesmo diluído em água. Nos sabores morango, baunilha, chocolate e laranja (caixa com 14 sachês, 40 reais).

Gelape – Da Nutricêutica
Tem 8 gramas em 10 gramas do pó, mais 24 vitaminas e sais minerais.
Nos sabores morango, tangerina, limão e uva (pote de 300 gramas, 50 reais).

Collagen – Da Performance Nutrition
Tem 600 miligramas de colágeno em cada cápsula (pote com 100 unidades, 45,00 reais).

* Preços pesquisados em janeiro de 2011, valores aproximados, pode ter variação.

Evite atividades que degradam o colágeno e prejudicam a pele:
- Exposição ao sol,
- Fumo,
- Álcool,
- Dormir mal,
- Atividade Física em Excesso,
- Stress

E atenção!!!
Somente a ingestão de colágeno não irá resolver problemas de flacidez de pele já instalados, faça tratamento de radiofreqüência com aparelhos TOPs como Accent, mais informações clique:

Casos extremos de flacidez de pele só com correção cirúrgica e lembre-se vai trocar a flacidez por uma cicatriz, que muitas vezes não é tão pequena, pense bem e procure um bom cirurgião plástico, com registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Outros fatores podem estar associados a unhas fracas, cabelos quebradiços ou flacidez de pele, doenças da tireóide, desequilíbrio hormonal e outros.
Sempre procure um bom médico e faça seus exames de saúde !!!




20 comentários:

  1. PARABENS PELO SEU BLOG!!!!

    Sou fisioterapeuta, mas meu foco na área é outra abordagem, confira: http://fisioligianed.blogspot.com/

    Beijos...
    Ligiane Delamanha.

    ResponderExcluir
  2. ola adorei o blog e tenho uma duvida quem esta acima do peso, pode tomar colageno

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Respondendo a pergunta sobre se quem está acima do peso pode tomar colágeno:

    Na minha opinião pode sim, de preferência com acompanhamento nutricional ou médico que foque o seu emagrecimento, o colágeno tem calorias sim, cerca de 35 kcal cada colher, o que não é muito em vista do seu benefício, porém vale analisar se sua alimentação está de acordo com o resultado que pretende atingir.

    Tabela de Valor Nutricional (pegeui como modelo o da Sanavita)
    http://www.sanavita.com.br/#colageno-hidrolisado_c1597_.aspx?topico=1613

    Espero ter ajudado,

    Dani

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito essa matéria sobre colágeno, de fato me surpreendeu! Tirou muitas interrogações da minha cabeça hehehe...
    Mas também tenho uma dúvida. Pratico capoeira e percebi que os meus ossos estão mais frágeis, aos poucos estou cada vez mais sentindo dor nas articulações e está lesionando com facilidade, algo incomum pra mim, afinal ainda tenho 22 anos. Será que posso tomar suplemento de cálcio com vitamina D além do colágeno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andre,
      Praticando capoeira e com 22 anos é pouco provável que você tenha ossos frágeis,
      As lesões e dores articulares pertencem a outro "departamento",ou seja, são coisas distintas,
      Chamamos isso de partes moles, são lesões musculares e de tendões,
      Procure uma orientação específica de médicos nutrólogos ou nutricionistas, para ter melhores informações em relação a perte de suplementação.
      Em relação a prevenção de lesões musculares e de cartilagem você poderia pedir mais informações por meio de avaliação física de médicos e fisioterapeutas especialistas em esporte.
      Obrigada
      Dani Borges

      Excluir
  5. Dani, gostaria de saber se existem estudos sobre o uso do colágeno hidrolisado no pós operatório de abdominoplastia. Me parece ser interessante, já que há uma reconstrução do colágeno, certo?

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Não conheço estudos específicos nessa área,
    mas acho o uso do colágeno interessante em qualquer tipo de intervenção cirúrgica.
    Infelizmente o colágeno que tomamos não "vira" necessariamente colágeno dentro do nosso corpo. Porém, o corpo tem capacidade de produzir novo colágeno, para isso precisa de vários fatores estarem em equilibrio: Saúde, Alimentação, Atividade Física e outros...
    Sempre que se fala em renovação ou reposição celular para formação de tecidos acho o uso do colágeno hidrolisado interessante,
    Obrigada
    Dani Borges

    ResponderExcluir
  7. Dani, estou com desgaste na cartilagem do quadril, e po recomendação do medico ortopedista estou tomando Diaceraina 50mg já a 4 meses, mas a melhora está muito timida. Tambem como gelatina diariamente.
    Gostaria de saber se devo tomar COLAGENO em pó?

    ResponderExcluir
  8. Parabéns artigo mto bom,
    sou praticante de musculação
    na fase de cutt (perda de gordura e mantendoo max da massa muscular)
    eu sempre usei o colágeno e sempre me ajudou a afirmar a pele só que tem o problema de flacidez.. porém qnd eu paro o consumo volta tudo ao normal em pelo menos 1 semana.
    fica a dica

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, muito informativo, vale a pena ser lido.

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de saber a diferença entre o colágeno hidrolisado e o agar agar, qual é melhor p flacidez?

    ResponderExcluir
  11. olá

    Achei essa matéria interessante:
    http://vista-se.com.br/redesocial/10-motivos-para-voce-usar-a-gelatina-agar-agar-vegetal-ao-inves-da-convencional-animal/

    Dê uma olhada e me fala o que achou,
    O que posso falar é que as duas são parecidas,
    mas uma é de origem animal, a gelatina,
    e a outra é de origem vegetal, o agar agar,

    A gelatina é mais barata que o agar agar,

    em compensação é preciso uma qtde menor de agar para se obter o mesmo resultado,

    o uso na indústria de alimentos é diferente uma em relação a outra,

    Obrigada pelo interesse,
    desculpe a demora,
    Dani

    ResponderExcluir
  12. Bom dia! Estou com 12 Semanas de gravidez e gostaria de saber se posso tomar colageno para melhorar a elasticidade da pele e evitar as famosas estrias.
    obrigada!

    ResponderExcluir
  13. E se a gente sofre de todo esses problemas citados acima com exceção da tireoide, que médico devemos procurar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião quando temos dúvida, em caso de saúde, devemos começar pelo clínico geral.

      Excluir
  14. Porque o melhor horário para consumo colagéno hidrolisado é a noite, antes de dormir e sem estar com o estômago cheio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivanila, acredita-se, mesmo sem muitas comprovações, que o colágeno é melhor absorvido a noite, durante o sono, e sem ter que "brigar" com outros alimentos para ser absorvido.
      Apesar de uma explicação simples, espero ter ajudado!

      Excluir
  15. tenho q emagrecer 11 kilos pra chegar aos 66 e entra na fila pra operar os seus emgraci 8 kilos minha barriga caiu sera q malhando e com colágeno e bom alimentação ela volta sem ter que operar tbm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veronica,
      Mesmo sem te consultar, posso te adiantar que é muito difícil corrigir flacidez de pele, porque não temos fibras contráteis no tecido cutâneo, com temos nos músculos , por exemplo.
      Então podemos comparar o tecido cutâneo a um tecido, como o linho, ele até laceia, mas não volta ao tamanho normal. Enquanto a lycra, você estica e ela volta ao seu tamanho normal.
      Claro que tudo isso depende do quanto essa pele distendeu, mas de forma geral, a resposta da pele é pequena às mais variadas formas de tratamento, dentre elas posso citar, de acordo com minha experiência:
      Radiofrequência, do aparelho Accent.
      Pixel do aparelho Accent.
      Alguns tipos de laser.
      Alguns tipos de luz pulsada, gosto do Harmony.
      Tudo isso aliado a uma boa alimentação, com suplementação de colágeno, atividade física e em indivíduos que NÃO fumam pode chegar em uma melhora de até uns 10% da flacidez...
      Triste, né?
      Esses são tratamentos caros e muitas vezes inviáveis dependendo do grau de flacidez. Por isso mesmo são mais usados para flacidez da pele do rosto, pescoço e colo.
      A cirurgia plástica é o único recurso para flacidez em grau avançado, porém o paciente tem que ter consciência que vai trocar a flacidez por uma CICATRIZ, que dependendo da região, pode ser muito inestética. Mas, no abdômen, por exemplo, essas cicatrizes não costumam incomodar tanto, salvo os casos de quelóide que alguns pacientes podem apresentar.
      Espero ter ajudado.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...